27 de maio de 2024

Justiça condena blogueiro Allan dos Santos por calúnia contra cineasta

O blogueiro Allan dos Santos, que está foragido e mora nos Estados Unidos, foi condenado na quarta-feira (27) à pena de um ano e sete meses de prisão em um processo de calúnia. A decisão é da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS).

A condenação é pelo fato de o blogueiro ter atacado a cineasta Estella Renner em um vídeo do canal Terça Livre, em 2018. Na ocasião, Allan fazia comentários sobre a exposição “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira” defendida pela cineasta.

“Está aqui, ó…Maria Farinha Filmes, Estella Renner…Não estou brincando. ..Veja com seus próprios olhos. Esses filhos da p* ficam querendo botar maconha na boca dos jovens. P* que pariu… Querendo ensinar isso para criancinha. Tudo isso aqui é o que está por trás do Santander Cultural, quando eles fazem zoofilia, pedofilia…”, disse Allan.

Estella Renner prestou queixa-crime contra o blogueiro por injúria, calúnia e difamação. Allan foi absolvido em primeira instância, mas a cineasta recorreu da decisão. O desembargador Jayme Weingartner Neto afirmou na decisão em segunda instância que “foi atribuído fato ofensivo à reputação da querelada, prejudicando claramente sua reputação” e condenou Allan dos Santos por calúnia.

Foragido
O blogueiro Allan dos Santos teve sua prisão preventiva decretada pelo ministro Alexandre Matos do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2021, por disseminação de fake news, no inquérito que apura atos antidemocráticos e ataques a membros do STF.

Fonte: D24am

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra mais sobre AM 24h

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading